6 de jun de 2008

A vida como ela é

Está na capa: "Uma história de minhoca". E é isso mesmo. No livro do cartunista americano Gary Larson, uma simpática família de minhocas --pai, mãe e filho--, conversa durante o jantar, dois ou três palmos abaixo da terra. Mas o assunto que rola na mesa não é nada leve, como avisa o prefácio assinado pelo famoso cientista Edward Wilson. "Larson descreve o que nós, biólogos, sempre soubemos: a natureza funciona na base do 'bobeou, dançou'... O que uma criatura consome, outra tem de proporcionar".
Como nas fábulas de La Fontaine, as minhocas-protagonistas de "Tem um Cabelo na Minha Terra" (Companhia das Letrinhas) falam. Mais que isso, ensinam que a natureza é selvagem, bem diferente da visão idealizada que encontramos em tantos livros, e que há muito mais guerra do que paz por trás do cantos dos pássaros, dos lagos azuis e das florestas grandiosas. Que o diga a Benedita, a heroína-vítima da história. Desenhos coloridíssimos e muito humor (negro, para alguns, inteligente, na minha opinião) mostram que a vida é mesmo dura. Como qualquer bom livro "infantil", este é indicado para leitores de todas as idades. Eu adorei.
(Silvana Tavano)

Nenhum comentário: