4 de jun de 2008

Conversa pra boi dormir

-- Por que você tá andando pra lá e pra cá feito barata tonta?
-- Tô achando que vou virar o bode expiatório!
-- Xi! Quem botou minhocas na sua cabeça?
-- ...
-- Ihhhhhhhhhhhhh! O gato comeu sua língua, é?
-- ...
-- E aí? Vai continuar fazendo boca de siri?
-- Vou, e pode tirar seu cavalinho da chuva.
-- Tá bom. Então fica aí com esses grilos.
-- É que tô com uma pulga atrás da orelha...
-- Cuidado pra não confundir gato com lebre. Você não está achando que eu...
-- Acertou na mosca!
-- Macacos me mordam: não dá pra engolir esse sapo!
-- Seu... seu... seu.. amigo da onça!
-- E agora eu é que pago o pato?
-- Quer saber? Vá pentear macacos!

Deu vontade de brincar com as palavras depois de ler os des-disse-onários e histórias sem pé nem cabeça que a escritora Maria Amália Camargo inventa.

Silvana Tavano

6 comentários:

Anônimo disse...

A melhor coisa do texto é o título....brincadeirinha!
Bjs,
Pi

Silvana Tavano disse...

Em tempo: o título do post é da Janette Bacal, minha irmã jornalista querida.
beijo

Maria Amália Camargo disse...

Oba, que bacana! Cada visita ao "Diários" é mesmo uma surpresa! Adorei a história! - como sempre...
Bom saber que as historietas serviram de inspiração.
Beijos, beijos e obrigada!

Anônimo disse...

Delicia de post, as usual.Falando em "as usual", gostaria de ver esse texto vertido para o inglês...
beijo
May

Ricardo Soares disse...

sabe que teu blog tá virando obrigatório quando se quer saber novidades do meio literário infanto- juvenil ?? beijos e obrigado pelo mimo de chamar aquele meio textículo carioca de "bossa nova"

Silvana Tavano disse...

May,
uma vez tentei explicar o significado da expressão "cada macaco no seu galho" oruns amigos italianos. Eles não conseguiam parar de rir, foi hilário!
Não tenho competência pra isso, mas acho que alguém podia mesmo topar essa brincadeira-desafio: já pensou?
ah, e adorei o "as usual". Chiiiiiiiiiiiiiiique!


oi Ricardo!
Não foi mimo, não, o texto tá uma belezura mesmo.E obrigada pela visita!