13 de jun de 2008

Com que livro eu vou?

A idéia é simples e pra lá de simpática. Começou na cabeça da Cristiane Rogerio, que vive mergulhada em livros na redação da revista Crescer. Mas, como acontece com toda boa idéia, essa logo pulou pra cabeça de outras pessoas e inspirou uma deliciosa campanha, a do "Movimento Livro na Mão", que prega: todo dia leve um livro com você, mesmo que só tenha chance de abrí-lo em breves intervalos --naqueles minutinhos em que espera o metrô ou enquanto toma um cafezinho, depois do almoço. Talvez você só consiga ler um parágrafo mas, quem sabe, alguém do seu lado fique curioso, interessado no título ou atraído pela capa. No blog recém-inaugurado para divulgar a campanha, Cristiane explica: "Leve um livro nem que seja só para fazer companhia, mas anseie por conseqüências. Abra-o em público. Dê sorrisos. Suspiros. Ofereça, se alguém demonstrar interesse."
Daqui a pouco, vou para a editora com "Longe Daqui", o segundo volume da revista-livro Granta (com sorte, termino a leitura do conto de Paul Theroux, encantador!). E acho que vou levar também o "Contos de Ionesco Para Crianças", comprado anteontem. Os contos são curtinhos, quem sabe...
E vocês, com que livro vão sair hoje?

(Silvana Tavano)
Postar um comentário