11 de jun de 2008

Apoiado!

"Nós e os editores devíamos nos juntar para apresentar ao governo um plano para que, gradativamente, o mesmo valor de recursos que é destinado para a compra de livros didáticos seja investido na compra de literatura para as escolas do ensino fundamental. Seria bom para o mercado e para formar leitores".
Elisabeth Serra, secretária-geral da FNLIJ, entrevistada na edição especial da revista Discutindo Literatura.

3 comentários:

may shuravel disse...

Sem as compras de governo, a esmagadora maioria das nossas crianças jamais poria as mãos(e olhos) em um livro, didático ou de literatura.Como gostar do que não se conhece?
beijo
May

Silvana Tavano disse...

oi May,
lendo seu comentário,lembrei de uma frase da Tatiana Belinky que já postei aqui: "Criança é curiosa. Se vê um livro fechado, ela vai abrir. Mas tem que ter o livro". É isso, tem que ter o livro.
beijo!

may shuravel disse...

ótimo mantra: tem que ter o livro, tem que ter o livro, tem que ter o livro...