11 de abr de 2008

Aos mestres, com carinho

Confesso que implico logo de cara quando esbarro em jargões do tipo: "estimular a leitura em sala de aula" ou "usar o conteúdo dos livros como material pedagógico". Pensando na formação de futuros leitores, acho que nada pode ser pior do que transformar livro em lição de casa. E sobre os tais futuros leitores: tira o bilhete premiado quem tem professores que gostam de ler, de contar histórias, que amam de verdade os livros. Por outro lado, certas iniciativas podem, sim, dar bons frutos e torço pra que esse seja o caso desses dois projetos. E vocês, o que acham?

Livro animado A idéia é usar a internet (sempre tachada como inimiga número um da leitura!) para colocar os livros dentro da sala de aula. O LivroClip apresenta uma animação com trechos da obra, biografia do autor e tem, ainda, uma seção especial com material pedagógico, dedicada aos professores. Alguns trailers podem chocar os mais conservadores -- nem todo mundo vai concordar com associações como Machado de Assis e Matrix ou Dom Quixote e Guerra nas Estrelas... Segundo seus criadores, a proposta é despertar a curiosidade e convidar novos leitores a procurarem a obra “em uma livraria ou biblioteca perto de você”. O site já batizou e está formando a primeira Livropédia Brasileira: confira a versão animada do clássico de Cervantes.

Andersen no palco
O projeto é do grupo Ler é uma Viagem, um programa que, desde 2003,
tem divulgado livros e incentivado a leitura em escolas públicas de São Paulo, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. O repertório deste ano tem quatro clássicos de Andersen -- O Patinho Feio, A Roupa Nova do Imperador, O Rouxinol do Imperador da China e O Isqueiro Mágico: os alunos ganham um livreto com os contos do autor dinamarquês e os professores recebem material didático e propostas de trabalho criadas pela equipe pedagógica do grupo. A próxima parada do Ler será em São Carlos (SP) no dia 17 de abril, quinta-feira, no Sesc São Carlos.

(Silvana Tavano)

Um comentário:

Maria Amália Camargo disse...

Despertar o interesse para a leitura usando a criatividade é um grande passo.
A forma como o livro é apresentado à uma criança influencia o resto da vida daquele leitor...
Acho as iniciativas muito bem-vindas.
Qualquer estímulo, nesse caso, é sempre muito bem-vindo!