8 de jun de 2010

Amigas

Amizade, pra mim, sempre foi uma coisa muito séria. Sou do tipo que telefona só pra dizer oi, invento programa, trabalho e todo tipo de assunto pra colocar na roda. Por conta disso, tenho muitas amigas queridas de anos, e sigo fazendo novas "amigas de infância" que vão se entrelaçando nessa rede de afeto que só cresce. Eu já tinha certa simpatia pelas baleias, mas ontem, lendo a Folha.com, fiquei com vontade de inventar uma história -- a do encontro anual das baleias-jubarte, no golfo de São Lourenço, na costa do Canadá. Com técnicas especiais de identificação, os pesquisadores acompanharam uma turma durante seis anos e descobriram que são sempre as mesmas fêmeas que comparecem para comer e nadar juntas, depois de um ano afastadas, cada qual cuidando da própria vida. Os cientistas concluíram que elas formam laços duradouros de amizade, os mesmos com que amarro a minha rede.

(ST)

8 comentários:

Juliana Reis disse...

Silvana
que lindo isso!
A natureza sempre ensina a gente.
Ei ao ler o seu post me deu vontade de mandar fotografias para vc inspirar uma história.
abraço e boas pedaladas

Silvana Tavano disse...

oi Juliana, você tem fotos dessas baleias? Manda pra mim, sim! Quem sabe sai mesmo uma história: siltava@gmail.com.
beijo!

Anônimo disse...

poderíamos convidar os pesquisadores para acompanhar nossos encontros-jubarte, rs.Sexta-feira, então, nas águas coloridas da Iraci.
beijo
may

Silvana Tavano disse...

Encontros-jubarte pra fazer arte! Do momento "baleia" eu me encarrego: levo docinhos deliciosos. Até sexta!

Juliana Reis disse...

Ai Silvana não tenho fotos das baleias ainda! mas posso tê-las em breve.
Tem outras risos.
abraços. Vamos conversando.

Maria Jose disse...

Bela idéia, Silvana. As baleias fêmeas cuidando cada qual de sua vida e se encontrando depois para "pôr o papo em dia." Com certeza, você fará algo muito bacana disso. Beijos, Z

Nine disse...

Adorei a idéia! Vou ficar na torcida para sair uma bela história para ler com a amigas e com a filha! Beijos!

Nine
www.minhapequenaisis.blogspot.com

Edione Soares disse...

Adorei a ideia da história e a confirmação de que nós não podemos viver sem umas boas amigas de tricô. A natureza é sábia!!

Beijos!!