1 de jun de 2010

Mistério

Desconfio que o vento gelado soprou as ideias pra longe. Uma depois da outra, as palavras foram saltando do papel até sobrar só uma frase esquisita, sem verbo e sem graça, toda encolhida de frio.

(ST)
Postar um comentário