1 de fev de 2009

Faz de conta

"As crianças desadoram os brinquedos que dizem tudo, preferindo os toscos nos quais a imaginação colabora. Entre um polichinelo e um sabugo, acabam conservando o sabugo. É que este ora é um homem, ora uma mulher, ora é carro, ora é boi -- e o polichinelo é sempre um raio de polichinelo".

(Monteiro Lobato)
Postar um comentário