4 de fev de 2009

Sorte

Uma borboleta amarela
Pousou na minha janela

Recém-saída do casulo
Recém-nascida: nova vida

Ficou ali um tempão
Lagarta ainda em transformação

Estreando a asa dourada
Num voo mágico de fada

(Silvana Tavano)

5 comentários:

Gaby Almeida disse...

Sorte? então preciso urgentemente q uma borboleta amarela pouse em meu braço...

Silvana Tavano disse...

oi Gaby,
Além de mudança, borboletas anunciam boa sorte -- você não sabia?
...
E não precisa ser amanrela, não!
beijo

Maria Amália Camargo disse...

Ai, faz tempo que eu não encontro uma borboleta...
Por aqui agora só vejo mariposas e marias-fedidas ;)!
Espero que seu poema traga muito boa sorte pra todas nós!
Beijocas!

Cmoon... disse...

LINDO!
:)

Rosane Queiroz disse...

Ei, Sil

tenho um amigo que diz que as borboletas sao mensageiras do inconsciente. o que pensamos no momento em que ela aparece, e o que ela quer nos dizer...


beijos

e a nossa janta. hein?

RO