13 de abr de 2009

Mãe

Frito os bolinhos de chuva na panela
Depois mergulho um a um no mar de açúcar e canela
É doce a saudade que eu sinto dela

(Silvana Tavano)

9 comentários:

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Lindo! No melhor estilo Ratatuille!
Bjs.

Silvana Tavano disse...

Obrigada, Malu!
...
Hoje uma pessoa me ofereceu bolinho de chuva -- um bolinho igualzinho aos que ela fazia. Ai, que saudade!

Ana disse...

Que saudade da minha avó-mãe-Lola

Tati disse...

que lindo. : )

Regina d'Ávila disse...

Amiga,
Li este poema no blog da Malu, fiquei fascinada..é muito lindo!!
Parabéns!!
Faz a gente viajar no tempo, lembrar da mãe, das avós...todos.
E esse bolinho vem recheadinho de amor, carinho e atenção.
Ameiiiiiii
Beijosssssssss
Regina d'Ávila.

paulinho damascena disse...

Versinhos deliciosos,
bolinhos de chuva tb deliciosos
amei...
Seu Blog é super bacana

Regina d'Ávila disse...

Silvana,
Vou pegar emprestado este lindo versinho, Posso?
Colocarei no blog Baú de Brinquedos..Passe por lá..
Beijosssssssssss
Regina d'Ávila.

Anônimo disse...

Ando sentindo saudades da minha avozinha... diante de uma pe´rola dessas é impossível não molhar os olhos!
Carla

MALU, SIMPLES ASSIM disse...

Oi, Silvana. Queria contar que o teu poema fez o maior sucesso no meu blog! Veja os comentários: https://www.blogger.com/comment.g?blogID=5614637348182575305&postID=4842359415572347037
Beijos.