16 de mar de 2009

Viajar

Uma das mágicas que a arquitetura faz é transformar o espaço. E, às vezes, isso acontece de um jeito encantador. Diferente de todas as cidades do interior em que já estive, a pequeníssima Águas de São Pedro, tão famosa pelas suas águas sulfurosas, não tinha uma praça, e acaba de ganhar uma. O que, antes, era uma ilha como tantas outras, nada mais do que o miolo da rotatória, virou um lugar de estar, ou melhor, um lugar onde a gente tem vontade de estar, como se vê nas fotos da querida Helô Mello.
Na praça recém-inaugurada tem tudo: árvores, fontes, pedras, música, pessoas passeando de um lado pro outro. Só que, em vez de banda e coreto, tem o músico que abre sua malinha e toca saxofone andando entre as pessoas. Tem luminárias modernas que acendem a noite sem ofuscar as estrelas. Não tem estátua, mas uma obra imponente da artista plástica Elisa Bracher (no fundo, à esquerda) e, no lugar dos banquinhos solitários, grandes bancadas de madeira que, à noite, são iluminadas por baixo com uma aconchegante luzinha amarela. Um convite pra bater papo com quem está por ali.
Quando anoitece, vejo o casal dançando de rosto colado na ponta de uma das pranchas que avança pelo espelho d´água. De repente, um garoto escala as pedras empilhadas tentando chegar ao topo da fonte mais alta. O barulhão das águas se mistura com o som do saxofone e as crianças (mas não só elas) se refrescam indo e vindo pela passarela ao lado das pedras, caminhando sobre uma nuvem de vapor -- brumas que pouco a pouco envolvem a praça inteira e transportam todo mundo que está lá para outros lugares.

(Silvana Tavano)

7 comentários:

Curso Palavra Mágica disse...

Bom dia, Silvana!

Somos um curso de aprimoramento em linguagem - Curso Palavra Mágica. Trabalhamos com crianças, adolescentes e adultos. Recentemente conhecemos o seu livro "Como Começa?" e o apresentamos aos nossos alunos - desde os pequeninos até os mais crescidos. Desse contato, nasceu, em um dos grupos, a idéia de produzirmos textos coletivos inspirados no seu. O resultado nos motivou a criarmos um blog para que nossos escritores encontrassem novos leitores. Queremos convidá-la a conhecer o nosso blog : palavramagicacurso.blogspot.com, temos certeza que nossos pequenos ecritores ficarão imensamente felizes em ter você como leitora e com suas palavras.

O nosso e-mail é: s.mattos@globo.com - enviado para Simone Mattos, diretora geral do curso.

Muito obrigada,
Natália Mendes

Silvana Tavano disse...

olá, Natália,
o que pode ser melhor do que começar a semana com uma notícia dessas?
...
Será um grande prazer conhecer o blog desses pequenos escritores.
Obrigada!

Janette disse...

Parabéns Dudu!!
Dá vontade de ir para São Pedro para ver sua praça de perto, porque pelas fotos parece que ficou muito bacana.
Bjs,
Janette
(gostei de verdade, não estou puxando o saco!!!!)

may disse...

Nossa, a Janette tirou as palavras domeu teclado:eu ia comentar que deu vontade e ir até lá só pra curtir a praça,fiquei curiosíssima de ver tudo. Aqui em são Paulo temos tantas pracinhas muquitrefas convidando ao desuso,já imaginou se ganhassem projeto do Dudu? Sonhar pode, não é?
beijo
e parabéns pro Dudu!
may

Anônimo disse...

Linda praça lindo texto linda Silvana lindo Dudu...a poesia deixo para a poeta que escreveu o lindo texto para iluminar a praça. Bjs, pequena mini Lu (PS: deu tanta vontade que eu vou mesmo lá ver...)

Anônimo disse...

Dudu e Silvana.
pelo visto vcs vão ter que organizar uma caravana p/ S Pedro.
eu tô nessa. também quero ver de perto, de dentro...
Que beleza sô...
Parabéns Dudu. Vc tem e precisa e delicada dimensão da importancia da construção do lugar. O simples espaço sem essa percepção não constroe nada. Bacanasssss.Mesmo.

Camila disse...

É incrível o quanto realmente a palavra sofisticação que tanto o Dudu utiliza ao falar sobre nosso trabalho se encaixa nesta apresentação da Praça. Falo nosso pois a concepção é do Dudu, quem nos ensina cada detalhe e sua devida importância e assim formamos equipe capaz de doar às pessoas espaços riquíssimos como este. Espero conhecer em breve! É bacana depois de tanto ver os desenhos, ver o real, e mais ainda a interpretação do real assim como saber como as pessoas interagem com o que temos tanto prazer em projetar...
Parabéns pelo post e pelo blog!
Camila Roma