13 de abr de 2010

Imã

Até o céu para pra olhar quando ela tira a roupa e aparece inteirinha, sem cortina de nuvem, sem medo da noite, tão nua e tão lua.

(ST)

3 comentários:

Denise Portes disse...

Silvana
Eu já falei que você sabe escrever bem sobre essas coisas de lua e céu?
Acho que você é uma estrela disfarçada de escritora!
Beijos
Denise

Roberto A disse...

AAÚÚÚÚÚÚ!!!!!Cara Silvana, não me contenho.

fora do lugar disse...

muito bonitos seus textos! adorei