20 de mai de 2009

Sempre uma maravilha


"Gatinho de Cheshire", começou, bem timidamente, pois não tinha certeza se ele gostaria de ser chamado assim: entretando ele apenas sorriu um pouco mais. "Acho que ele gostou", pensou Alice, e continuou. "O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?"
"Isso depende muito de para onde você quer ir", respondeu o Gato.
"Não me importo muito para onde...", retrucou Alice.
"Então não importa o caminho que você escolha", disse o Gato.
"...contanto que dê em algum lugar", Alice completou.
"Oh, você pode ter certeza que vai chegar", disse o Gato, "se você caminhar bastante."

3 comentários:

Anônimo disse...

Perfeito. Essa é situação. Vou reler Alice. Beijo. Ah, votei no seu blog.

Silvana Tavano disse...

Valeu, Fê, obrigada pelo voto! Alguém me indicou pro tal prêmio, resta saber se mais alguém vai votar, rs.
beijos

Michele Prado disse...

Esse é um dos trechos que eu mais gosto do livro. Que delícia vê-lo aqui.