3 de out de 2007

Quando o carteiro chegou...


Não sei há quanto tempo não recebia uma carta. Carta mesmo, com selo e, o mais incrível, datilografada numa Olivetti! Mas o melhor de tudo era a rementente: a professora Nelly Novaes Coelho. Nós nos conhecemos há algumas semanas, na editora Globo, no dia do lançamento da obra de Monteiro Lobato. Depois de uma conversa gostosa sobre as razões do sucesso de Harry Potter, perguntei se ela conhecia a bruxa Creuza, uma feiticeira bem diferente do bruxo famoso --a Creuza se encanta com as mágicas do homens, é engraçada, moderna e, também por isso, um pouco estressada. Mandei meus livros para a professora e hoje tive o imenso prazer de saber que ela leu e gostou. Ganhei o dia.

(Silvana Tavano)





5 comentários:

Anônimo disse...

é sempre bom ganhar o dia desse jeito. também gosto da creuza.
fc

Leo Aquino disse...

Parabens pelo reconhecimento.. outro dia mesmo estava pensando sobre cartas... aaaa como era bom quando namorava uma guria de outra cidade e uma vez por semana recebia dela cartas.. asuhaus muito gostoso...

N sei se ira gostar mas passe no meu blog.. eh um projeto de uma graphic novel que estou criando com uns amigos.. uma mescla de muitas coisas e muitos assuntos.. espero que possa ler..

[]'s

may shuravel disse...

A professora Nelly é, como tantas de nós, uma Creuza(e das boas!)
bj
May

FABIANA disse...

Parabéns!!! Essa bruxa é o máximo.Adorei as ilustrações.
Sucesso!

Silvia disse...

Harry Potter que se cuide... agora é a vez da Bruxa Creuza.
Além de interessante seu livro também é pedagógico, amei.
Tudo de bom!!!
Beijos.