13 de out de 2007

Hoje tem miniconto







Das coisas difíceis
Comer só um pedaço de chocolate, esperar todos aqueles minutos pra entrar na piscina depois de almoçar, ir só uma vez na montanha-russa. Essas coisas são difíceis, mas a gente consegue. É um difícil-médio.
Também tem o difícil dificílimo: espirrar sem fechar os olhos. Impossível não é. Mas acontece que espirro é o tipo de coisa que sempre vem de repente e aí, pronto, quando o espirro sai, o olho já fechou. Com bocejo é igual. É muuuuuito difícil ficar de boca fechada se alguém está bocejando do lado. Já tentou?
O difícil que pega a gente desprevenido é o pior. Teste-surpresa no meio da aula, por exemplo. Se for de matemática, a palavra DIFÍCIL até pisca, com todas as letras enormes.
E tem o difícil-quem-sabe: pedir gibi ou joguinho de computador pra mãe um dia depois do aniversário. Dá pra arriscar, mas vai ser bem difícil ganhar outro presente tão rápido...
Cada difícil tem o seu grau de dificuldade. Outro dia descobri que também existe o difícil-fácil. De verdade é um fácil disfarçado de difícil. Amarrar o tênis é o fácil com mais pinta de difícil que eu conheço, mas tem um monte de coisas assim: andar de bicicleta, pular corda cruzada, ler um livro de trocentas páginas. É só pegar o jeito. Daí vira uma moleza.

(Silvana Tavano)

9 comentários:

biti chocólatra assumida disse...

comer só um pedaço de chocolate, pra mim, é tarefa difícil-impossível! rsrsrrs

Anônimo disse...

Achei bacana demais a imagem em movimento. O texto eu já conhecia e, confesso, me identifico com ele. Só estranhei que o blog está atrasado. Queremos mais histórias e notícias. Força na peruca e manda brasa. Bj. FC

déborah disse...

Demais essa bicicleta correndo.
Mor inveja! Difícil é andar de bicileta. Eu não sei até hoje. Não venha me dizer que é fácil!
beijos!
Sugiro um concurso para espirrar de boca fechada.

Cristiane disse...

Ai, que DIFÍIIIIIIIIIIIIIIIICIL, diz a Crê, né, Sil?
Eu amei esse texto demais da conta. Difícil é parar de ler esse blog!
beijos!
Cris

Caio disse...

Putz.
esse foi o primeiro miniconto que você escreveu, hein? eita nóis!
legal ver que você passou ele pro blog.

Júlia Multari disse...

oi Silvana, adorei o seu blog, é muito fofo!
Estou tentando escrever no meu blog, mas como você disse é DIFICILl!
Beijos Júlia Multari

Júlia Multari disse...

Delícia de conto, Silvana. Parabéns! Vai ser mais uma fonte de leitura com as meninas antes de dormir! Beijos,
Paula Perim

Lucca disse...

Oi tia

Tem um "Dificil" que você esqueceu de colocar: o "dificil-por-preguiça", por exemplo, foi dificil-por-preguiça postar aqui! Hehe!

É um ótimo Miniconto! E o legal é que você tem o blog para postá-lo!

Beijos

Lucca

Mauri disse...

É mesmo incrivel,né!
Tem muita coisa que é dificil de fazer que a gente não faz por que tem o habito de não fazer.
Mas,as pessoas só classificam como dificil o que élas nào fazem frequentemente. Arrumar tempo para fazer as coizas que impórtaà ou não se distrair com besteiras, são, por exemplo, o que foi dificil para conseguir postar no seu blog.Eu sei que foi quase o que o luca disse na postagem dele, alias está ai mais uma coisa dificil, né !

Desculpas pelo tempo que não postei, mas está ai!Abraços maurício!