16 de out de 2007

Inspiração pra escrever

Pra quem acha que escrever é difícil, a dica é ler "Esses Livros Dentro da Gente", da escritora mineira Stela Maris Rezende. Aqui, alguns trechinhos pra acender a inspiração:

Tem que ouvir histórias, de preferência histórias de assombração, contadas por uma avó bem misteriosa e ladina. Na falta da avó, trate de ouvir a professora, a vizinha, o motorista de táxi (...). Qualquer história pode ser envolvente. O que seduz é o modo de contar.

Tem que seguir a trilha dos mestres antigos. Aqueles caminhos cheios de mistério por onde andaram Andersen, Lewis Carroll e os Irmãos Grimm. Qualquer passeio tem que durar Mil e Uma Noites.

Tem que tomar chá com Cecília e Clarice. De preferência, numa tarde de sábado. Por modo de que na viagem do coração o sonho é sempre selvagem.

Tem que gostar de chuva no telhado. De borboletas na manhã de sol. De vozes abafadas na cozinha. De ruídos, De gestos. (...) De rostos. De olhares. De castelos. De barracões. De todas as dúvidas. De todas as perguntas.

Tem que prestar atenção nos imprevistos, nas idéias desgovernadas que aparecem a qualquer momento (...). Às tres da tarde, por exemplo, ou às oito da noite, pode ser que uma bela idéia se intrometa num assunto onde não foi chamada. Aconselho a ter um caderninho sempre por perto.

(ST)


Postar um comentário