22 de mai de 2012

Neymar

O sujeito arma um lance interessante, o verbo cabeceia com precisão e um complemento redondinho encaixa na frase -- parece tão fácil vendo um craque contar histórias, mas não é moleza marcar gol de placa no jogo das palavras.
Postar um comentário