1 de fev de 2012

Falta

No meio da tarde, a saudade vem me visitar. Senta no sofá, aceita o cafezinho e vai ficando, indiferente às horas que passam. Não adianta olhar no meu relógio: é o dela que faz tic-tac no silêncio da casa, preenchendo o tempo com a falta que você faz.
Postar um comentário