1 de out de 2012

Escrever


Acordo cedo, abro a janela e convido a manhã pra entrar. Ela retribui, sorrindo, me chama pra tomar café na rua, fala de histórias começando no céu e na calçada. Então olho pra fora e, por um momento, hesito, enquanto escuto as palavras me chamando pra dentro, num sussurro que ecoa pelos cantos da casa.

5 comentários:

Juliana Valentini disse...

Oi, Sil, como vai?
Vim dizer que, além de escrever lindamente, você tem um gosto especial para ilustrações.
Esta, por exemplo... de onde ela vem?
Beijo grande,
Juliana.

Silvana Tavano disse...

Juliana, achei essa lindeza de ilustração meses atrás numa página do facebook -- não tenho certeza, mas acho que foi no mural do Obvious...Não tinha crédito, e por isso mesmo não tinha publicado até agora... Continuo atrás do nome do ou da autora.

um beijo!

Silvana Tavano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvana Tavano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina disse...

A minha rotina de escrita começa após o término de um livro e, no geral, à noite de domingo, quando o meu marido não está em casa.
Abraços.