3 de mai de 2011

Muitas casas

Dia desses a querida May Shuravel perguntou porque eu não lincava o blog à minha página do facebook. Durante um tempo até fiz isso, mas logo comecei a achar que nem tudo o que escrevo aqui faz sentido lá. Então compartilho somente alguns posts, os que, de alguma forma, ficam à vontade fora de casa e conversam numa boa com todo mundo que aparece por lá. O blog também é uma sala aberta, ninguém precisa de convite pra ir entrando. A diferença é que, aqui, as visitas geralmente sabem o que vão encontrar. Quem entra pra xeretar e não curte o ambiente, vai embora logo, sem tomar cafezinho. E quem gosta do assunto, anota o endereço e volta sempre, ou dá uma passada de vez em quando. Acontece que, muitas vezes, esses visitantes levam os posts pra passear por outros lugares -- salas de aula, blogs e, ultimamente, também pelo twitter e nas páginas do facebook.
Ainda não me convenci de que os temas do blog podem frequentar o meu mural do facebook sem cerimônia. Mas cada vez que encontro alguma coisa que escrevi aqui numa sala inesperada, descubro o óbvio: sempre é o leitor quem dá sentido e coloca as palavras em sua própria casa.

(ST) 

12 comentários:

Infoeducação Pentagono disse...

Olá Silvana Tavano!
Estamos curiosos para te conhecer. Vwenha logo! Estamos esperando você! O seu gatinho é muito bonito, vimos ele aqui no seu blog! Quando você vier tem uma surpresa te esperando!
Mil beijos e mil abraços,
Tchau!
1° ano B
Colégio Pentágono (Morumbi)

Fabíola disse...

Oi, Silvana!

Gostei muito do seu post - especialmente do final: "sempre é o leitor quem dá sentido e coloca as palavras em sua própria casa." Pensando que o escritor só escreve se faz sentido para ele, o que acontece, no fim das contas, é um encontro, não é?
Lembrei agora do E. Giannetti: "a leitura de um texto é a ocasião de um encontro (...), é o enredo de dois solilóquios silenciosos e separados no tempo: o (...) do autor, com ele mesmo (...), e o (...) do leitor, enquanto lê, interpreta, assimila e recorda o que leu" Auto-engano, Cia. de Bolso - Cia. das Letras, 2007, pág. 12.

Um abraço e um sorriso.

Silvana Tavano disse...

Fabíola, é isso mesmo: um encontro. E quando acontece é bacana pra quem escreve e pra quem lê. Tenho o livro do Giannetti aqui em casa, vou procurar esse trecho. E obrigada pelo seu comentário.
beijo!

Tino Freitas disse...

É isso mesmo, Silvana. Apoiado. E curioso pelo livro novo. Será que ele estará no Salão da FNLIJ? E vc, também vai? Beijundas e abraços musicais.

Silvana Tavano disse...

oi, Tino! Pois é, também queria saber, rsrs... Tem dois livros saindo, um no forno da Callis, outro, no da Moderna. Mas não sei se eles vão estar prontos té lá.
Eu gostaria de conhecer o Salão. Quem sabe acabo indo? Te aviso!
beijos sonoros pra você também.

iara disse...

Silva Tavano!

Queremos muito que você venha aqui! Você pode trazer o seu gatinho? Adoramos o livro "Como Começa" e as fotos de seu blog!

Te amamos muito!
Abraços, beijos

e tchau!
1ºano C - Colégio Pentágono Perdizes!

Silvana Tavano disse...

Gente, acho que não vão me deixar entrar na escola com a Miúda... Mas prometo contar as "artes" que ela apronta aqui em casa.
Um beijo pro 1º ano A, outro pro 1º ano B, e mais outro pra turma do 1º ano C. Até a semana que vem!
]

Estação do Conhecimento disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Estação do Conhecimento disse...

Silvana Tavano!

Gostamos muito do Livro "Como Começa" e o "Mistério do tempo"!
Gostariamos que você viesse na nossa escola todos os dias!
Esperamos que você seja legal e gostariamos de ouvir suas outras histórias!

Beijos com muito amor!
Chegue logo!

1ºano B- Colégio Pentágono, Perdizes

may disse...

que delicia receber esses recados das crianças, né,Silvana? A miuda também deve estar toda-toda...
beijo

déborah ps disse...

Sil, a miúda é a primeira gata best seller de que tenho notícia.
Miaaauuu!

Maria Jose disse...

Oi, Silvana:
Concordo muito com você sobre posts no blog e Facebook, e a última palavra do leitor!
Beijos, querida,
Z