26 de abr de 2011

Tarde demais

É como um gol que acontece depois do juiz apitar o final da partida -- já não há o que comemorar. Às vezes a gente torce tanto e espera muito pra que certas coisas aconteçam, mas o encontro que poderia mudar tudo ou a palavra que talvez virasse o jogo perdem a hora de acontecer.
Tarde demais é quando o futuro chega atrasado.

(ST)

2 comentários:

Fabíola disse...

Tarde demais é tristeza. Tristeza porque o futuro do subjuntivo vira pretérito imperfeito do subjuntivo, ou pretérito perfeito do indicativo... e tudo o que poderia ter sido, não aconteceu.

Renata Oliveira :D disse...

Tarde demais é quando o fruto do amr, apodrece.


saudade daqui !
abraço;