25 de ago de 2008

O lugar das coisas

Em cima da cabeça tem chapéu
Em cima do waffle é gostoso colocar mel
Em cima das nuvens tem um imenso céu.

Debaixo do cobertor tem pé quente
Debaixo da pasta costuma ter escova de dente
Debaixo da árvore é gostoso encontrar presente.

Em cima do bolo às vezes tem geléia de uva
Debaixo de tempestade sempre é bom ter guarda-chuva.

Debaixo da cama mora o bicho papão
E o terrível gigante mora em cima do pé de feijão.

Os ponteiros do relógio ficam em cima da hora
O pescoço do padre fica debaixo da estola.

Mas o mar às vezes parece o céu de quem olha do avião
E tem quem jure ver estrelas espalhadas pelo chão!

Por isso, não estranhe se, de repente, alguma coisa se inverter:
De ponta-cabeça é só um outro jeito de ver!

(Silvana Tavano)
Postar um comentário