18 de mar de 2008

Quem lê melhor?

Há alguns dias, a Câmara Brasileira do Livro divulgou os resultados fresquinhos do estudo feito pelo Progress in International Reading Literacy, o PIRL , analisando o comportamento de alunos do ensino primário de dezenas de países, da Aústria à Lituânia, dos Estados Unidos ao Marrocos, da Alemanha à África do Sul. O Brasil não participou dessa pesquisa que, entre outros fatos, apontou que as garotas são melhores leitoras do que seus companheiros de aula.
Estamos muitas casas atrás. Bem antes de avaliar e pesquisar quem é o leitor mais competente, precisamos formar leitores competentes. Por aqui, meninas e meninos compartilham dos mesmos problemas: falta de professores, pouco tempo na escola e altíssimas taxas de evasão escolar. As conclusões saíram de um outro estudo global recente, o "Educação para Todos", monitorado pela Unesco. Lá estamos, como outros países em desenvolvimento, associados ao vergonhoso índice que diz: até 40% dos alunos não atingem um padrão de educação mínimo em alfabetização e matemática.

(Silvana Tavano)

Nenhum comentário: