13 de mar de 2012

Viagem

Oi, Medo, tudo bem? Resolvi escrever porque, como você bem sabe, viajo daqui a alguns dias. Então, antes que você apareça com a mala prontinha pra ir comigo, achei melhor avisar: dessa vez não comprei passagem pra você. Não me leve a mal, mas é que ando meio cansada e seria legal aproveitar pra relaxar, quem sabe até dormir durante a viagem, coisa que nunca consegui voando com você -- a gente acaba conversando a noite inteira, né? Sei o quanto você curte um avião, aquela emoção da decolagem, cada minuto dos mais longos trajetos, com suas turbulências e barulhos inesperados. Já compartilhamos tantos momentos inesquecíveis! Memo assim, agora quero ir sozinha. Espero que entenda e não force a barra.
Prometo contar tudo na volta se você ainda estiver por aqui.

4 comentários:

Ana Paula disse...

Isso mesmo, deixa o medo de fora. Mas será que cabe carinho de leitor anônimo na bagagem?
Beijo, boa viagem!

Silvana Tavano disse...

Obrigada, Ana!

Carla Caruso disse...

Silvana, ele é um intrometido mesmo!!

Boa viagem!!! Beijos

Claudia Souza disse...

Legal é isso, a gente reconhecer o Medo, mas viajar assim mesmo! Se você conseguir engavetar o teu, me conta como, porque ainda não aprendi. Mas vou adiante, com Medo e tudo! Beijos, Silvana!