30 de jul de 2010

Tempo

É assim: levo um susto e depois sorrio.
Às vezes, o rosto da minha mãe me olha do espelho.

(ST)

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Silvana! Como vai? Amei seu livro "Como começa?", belamente ilustrado pela Elma. Sou editor de literatura infantojuvenil e gostaria de trocar ideias com você, mas não tenho seus dados de contato. Se puder, me escreva: mdelanhol@positivo.com.br . Um grande abraço! Marcelo.

Denise disse...

Pior sou eu, que dou bronca no meu filho e o eco me responde, com a voz da minha mãe...