17 de ago de 2009

Procura-se!

Toda vez que vejo uma dessas faixas anunciando que um cachorro ou um gatinho se perdeu no bairro imagino uma criança chorando com o sumiço de seu bichinho de estimação. Às vezes a mensagem até diz isso, mas não como nesse bilhete tão triste colado num poste perto de casa. O autor não assinou, mas teve o cuidado de colocar o nome do prédio, o andar, o telefone e um retrato-falado do seu periquito "brãnco". E o coração partido -- quem não se comove? Alguém aí viu esse periquito tão querido?

(ST)
Postar um comentário