28 de ago de 2009

Hoje

Cansada de ficar flutuando lá em cima, a nuvem desceu pra tirar uma soneca. Perdeu a hora, acordou com o dia e amanheceu neblina. De tanto espreguiçar, acabou se desfazendo e quando se deu conta, já não dava pra subir de novo. O céu aproveitou pra voltar a ser azul.

3 comentários:

entremares disse...

Pouco depois, o Sol rompeu, e o céu azul aclarou, contra vontade. Tentou chamar de volta a nuvem, mas o Sol não deixou. Aproveitou então para bronzear a pele, e entardeceu.
O sol não ficou para jantar. Partiu cedo, e a mesa posta à luz das velas já tinha lugar reservado.
A lua surgiu timida, espreitou e despiu-se da tunica laranja.

Finalmente, o céu pode descansar.

Silvana Tavano disse...

Gostei!

Letícia Volponi disse...

bem que a nuvem podia perder a hora amanhã de novo, né?