19 de jul de 2012

Quinta-feira

Ainda é noite quando os primeiros carros começam a estacionar na rua ao lado do meu prédio. O zum-zum-zum de uns, falando baixinho, e de outros, montando as barracas, entra no quarto e confunde meu estado de vigília com o de um sonho, que me leva pra outra rua, outra feira, com cheiro de fruta e de pastel, e eu, tão pequena, experimentando a felicidade com gosto de maria-mole.

Um comentário:

Nina disse...

Como é bom ser criança.