28 de dez de 2011

Os livros do (meu) ano

Antes que o ano termine, dou uma ajeitada na estante, constato que, mais uma vez, não consegui ler nem a metade dos livros que comprei e tento organizar uma prateleira com os candidatos à próxima leitura -- uma fila que muitas vezes é furada por achados excepcionais. Em 2011, quatro escritoras bagunçaram maravilhosamente a ordem das coisas: Maria Esther Maciel (O Livro dos Nomes); Norah Lange (Cadernos de Infância); Adriana Lunardi (A Vendedora de Fósforos); e Noemi Jaffe (Quando Nada Está Acontecendo). Não hesite em deixar qualquer um desses títulos roubar a próxima vaga na sua cabeceira.
Postar um comentário