29 de set de 2011

Cismada

A cisma é uma ideia fixa que fica teimando em se provar. Muitas vezes, ela não é nada, só acha que é. Isso acontece com a cisma que é prima do pressentimento, mas gosta de se apresentar como filha da certeza. E como essa cisma quase sempre é amiga íntima da desconfiança, de vez em quando a gente acaba implicando com coisas ou pessoas a troco de nada. Pior é quando aparece algum motivo pra implicar de verdade. Aí, ninguém segura: cheia de razão, a danada começa a dar palpite o tempo todo, por puro capricho, incomodando feito pulga chata atrás da orelha.
Mas existe outro tipo de cisma. Essa até pode ser alguma coisa, apesar de ela mesma nem sempre botar muita fé nisso. Também inventa ideias e impressões pra ficar cismando, insistente.
Tem que prestar atenção porque, com ela, é tudo diferente -- essa cisma é prima do desejo, filha do sonho e pode virar a melhor amiga da perseverança se a gente decide encarar o tira-teima.

6 comentários:

Anônimo disse...

O Silvia, passando só pra te dar parabéns pelo blog.

Inspiradíssimo, adorei! :-D

Fiz um post sobre ele no meu blog - http://mulherdeciclos.com/?p=2750

Grande beijo,

Mulher de Ciclos.

Silvana Tavano disse...

Thaís, obrigada pelo comentário e pelo lindo post no seu blog.
Adorei!

Larissa Altoé disse...

Adorei, a cisma.

Fernanda T. disse...

Que texto lindo, adorei seu blog...já salvei nos meus favoritos! bjos

www.modadesign-afins.blogspot.com

Silvana Tavano disse...

Fernanda, venha sempre! beijo

raquel silva nascimento disse...

Gostei muito do texto,minha mãe e completamente isso tudo e difícil lidar com uma pessoa assim,tento ajuda-la no que posso porque viver medindo as pessoas,achando e pre-julgando e terrível.