2 de mar de 2011

É isso

Sabe aquela pessoa completamente aérea, que vive distraída e sempre passa uma sensação de ser meio confusa? Esse personagem se encaixa perfeitamente no adjetivo “despassarado”, uma palavra que os portugueses usam muito, e que raramente aparece por aqui. O que é uma pena, pois despassarado diz tudo: a gente logo imagina alguém desnorteado, perdidão, um misto de desastrado com desorientado. Fui atrás da etimologia: embora tido como derivado de des- + pássaro + ado, a relação entre os elementos e o significado do vocábulo é obscura, diz o Houaiss. Mas, será tão obscura assim? Penso num passarinho que se afasta da turma atraído por uma promessa qualquer e depois continua voando sem rumo. De vez em quando pousa num galho, dá uma bicada aqui, outra ali, de repente percebe que está num lugar estranho e alça voo mais uma vez, sem saber direito onde quer chegar. Totalmente despassarado. Quem não conhece alguém assim?
(ST) 
Postar um comentário