8 de jan de 2013

Especiais

O pessoal da Callis me convidou pra participar do "projeto férias", indicando quatro sugestões de leitura que serão publicadas na página da editora no facebook. Partilho também aqui minhas escolhas:

“Não é Fácil, Pequeno Esquilo”, e também não é nada fácil falar sobre morte com os pequenos, mas o texto de Elisa Ramon e as ilustrações de Rosa Osuna cumprem a missão lindamente, contando a tristeza do esquilinho que perde sua mãe, e levando o leitor a entender sentimentos como angústia, dor, superação e saudade. Bonito e emocionante!

“Mancha, a Menina Maldesenhada” é a história deliciosamente bem desenhada por Maria Eugenia, e protagonizada por Mancha, uma menina diferente da maioria: ela não reclama do nariz, do cabelo, de nada, e mostra como dá pra gente se gostar e se aceitar mesmo quando nem tudo é perfeito. Mancha não está nem aí. Delícia!

“Papai e Eu, Às Vezes" não precisa de muitas palavras pra dizer o que acontece (e o que não acontece) entre uma menina e seu pai, uma relação onde “às vezes” cabe o silêncio e a ausência; “às vezes”, o afeto e o encontro. A delicadeza dessa relação transparece com muita sensibilidade nas imagens criadas pela argentina Maria Wernicke.

“O voo da arara-azul”, de Maria José Silveira, com ilustrações de Maria Valentina, é uma novela juvenil que encanta leitores de todas as idades, conduzindo a gente pela história recente do país – os anos de chumbo da ditadura militar – através das experiências e descobertas do adolescente André.

Nenhum comentário: