30 de dez de 2007

No interior

Estive fora do ar nos últimos dias e peço desculpas pra quem passou por aqui. Não foi uma folga programada – simplesmente não contei com a possibilidade de não conseguir me conectar. Viver em São Paulo às vezes pode ser bem difícil, mas a gente se acostuma a muitas facilidades. Nem lembra que alguns desses confortos deixam de ser “automáticos” fora da cidade, mesmo quando estamos a menos de 100 quilômetros de distância... Mas se nesse “interior” tão próximo o acesso ao mundo virtual não é simples, parece ser bem menos complicado se conectar às pessoas. Acho que foi esse “enter” que fez com que o dono da sorveteria abrisse as portas às 11 da noite --quando o expediente já estava pra lá de encerrado, e as ruas, totalmente desertas-- só para atender um casal e um garoto que acenavam na calçada, por trás da vitrine. Três rostos completamente estranhos na cidade. Mais: os três só se deram conta de que tinham saído para o passeio sem nenhum dinheiro no bolso quando o gentil sorveteiro já estava abrindo a porta de vidro. Na mesma hora, começamos a nos desculpar com o homem, desistindo, conformados, do sorvete. Só que fomos convidados a entrar e escolher o sabor. Claro que voltamos no dia seguinte para pagar (e tomar mais sorvete).
Antes que a linha caía, aproveito para desejar que todos se conectem com o melhor de 2008: que seja um tempo em que a gentileza, a confiança e a generosidade inspirem muitas boas histórias. Até breve!
(Silvana Tavano)

21 de dez de 2007

Bom dia, verão


Lista de desejos para o verão que começa hoje:
1. horas de preguiça
2. noites de coração quente
3. banho de mar
4. picolé de limão
5. cochilo na rede
6. sorriso fácil
7. amigos em casa
8. inspiração
9. tempestades rápidas
10. pé na grama
11. livros inesquecíveis
12. passeios de bicicleta
(tela do artista plástico Rubens Gerchmann)

(ST)

18 de dez de 2007

Saudades


Arteiro feito moleque
De tão doce é quase melado.
Nunca vi um apelido mais bem dado!

Para Waldo

(ST)

Para filhos... e pais


Boas explicações sobre buracos negros e outros mistérios do espaço sideral estão em "George e o Segredo do Universo", livro infantil que a jornalista Lucy Hawking escreveu sob a supervisão do pai, ninguém menos do que o físico inglês Stephen Hawking. A viagem do menino a bordo do supercomputador Cosmos tem a missão (e, principalmente, o mérito) de traduzir algumas das idéias do autor de "Uma Breve História do Tempo" para leitores de todas as idades.
(ST)

16 de dez de 2007

Contemplação


Sessão de domingo: "The Aroma of Tea" é de 2006, o último curta de animação do premiado holandês Michael Dudok de Wit.
(ST)

15 de dez de 2007

Niemeyer, 100


No ombro do planeta
(em Caracas)
Oscar depositou
para sempre
uma ave uma flor
(ele não faz de pedra
nossas casas:
faz de asa)

No coração de Argel sofrida
fez aterrizar uma tarde
uma nave estelar
e linda
como ainda há de ser a vida

(com seu traço futuro
Oscar nos ensina
que o sonho é popular)

Nos ensina a sonhar
mesmo se lidamos
com matéria dura:
o ferro o cimento a fome
da humana arquitetura

Nos ensina a viver
no que ele transfigura:
no açúcar da pedra
no sonho do ovo
na argila da aurora
na pluma da neve
na alvura do novo

Oscar nos ensina
que a beleza é leve
("Lição de Arquitetura", Ferreira Gullar)

14 de dez de 2007

Receita de família

Pra lá de inspirada, a receita de Tereza Yamashita e Luiz Bras ensina a preparar e saborear os "livros do coração":

Ingredientes
milhares de palavras de todos os formatos e cores
1 xícara sem fim de imagens supercoloridas
2 conchas de amor e uma pitada de humor
2 asas de imaginação
folhas de papel reciclado cor de jasmim

Como fazer
Misturar tudo cuidadosamente num caldeirão sem fundo de fantasia e aventura. Deixar descansar por três dias debaixo de um arco-íris encantado. Depois acrescentar as folhas de papel reciclado e colocar no forno de cristal.

Esperar desabrochar, ler e se deliciar com as aventuras do livro do coração.

13 de dez de 2007

Papai Noel sem shopping

No próximo sábado, dia 15, a contação de história na livraria Cortez entra em clima de Natal, com direito a Papai Noel na platéia. A partir do livro "Admirável Mundo Louco", de Ruth Rocha, a atriz e arte-educadora Mirela Estelles convida as crianças a refletir: dá pra pensar e ser diferente dos outros? O evento é gratuito, mas quem lembrar pode trazer um brinquedo ou um livro que já leu e doar para a Associação Viver Sumaré Cultural. O programa começa às 11hs, na rua Bartira, 317.
(ST)

12 de dez de 2007

Três grandes para pequenos

Segui a pista que a ilustradora May Shuravel deu há alguns dias, quando comentei o texto infantil de James Joyce. Ainda não achei os títulos de Tolstoi, Isaac Singer, Victor Hugo e Roald Dahl que ela listou, mas acabei descobrindo outros três, que pertencem à mesma ótima coleção da Record, a "Abre-te Sésamo", e de escritores brasileiros. "A lua crescia muito limpa, tinha lambido todas as nuvens, estava com intenção de ocupar metade do céu". Pode ser mais bonito? Esse é um trechinho do delicioso "causo" contado por Graciliano Ramos em "O Estribo de Prata" (ilustrado por Floriano Teixeira, 5a. edição, 2004). E não tem idade mínima nem máxima pra ler e se divertir com "Macacos me Mordam", de Fernando Sabino (ilustrado por Apon, 4a. edição, 2007). Ou para se encantar com o poema que Drummond escreveu em 1983, seu primeiro infantil, "O Elefante" (ilustrado por Regina Vater, 9a. edição, 2004).
"Eis meu pobre elefante/pronto para sair/à procura de amigos/num mundo enfastiado/que já não crê nos bichos/e duvida das coisas"
.
(Silvana Tavano)

11 de dez de 2007

Sobre crianças e livros

"Hábito da leitura? Leitura é vício, é puro prazer! Hábito tem a ver com escovar os dentes".
Da escritora e pedagoga Fanny Abramovich, ontem à noite, durante o evento "Literatura em Pessoa", na Livraria da Vila.

10 de dez de 2007

Top Creuza!

Que a Creuza é uma bruxa pra lá de elegante eu já sabia. Mas nunca imaginei ver suas fotos publicadas num site badalado como o Moda Sem Frescura. Que sorte a dela ter como fã a editora de moda Biti Averbach! Agora a bruxa não para de repetir:
"Ai, que chique!"
(Silvana Tavano)

9 de dez de 2007

Dois jeitos de dançar

A linda animação do russo Lev Atamanov é de 1969 e foi coreografada por dois bailarinos do Bolshoi. A que vem em seguida é uma criação dos estúdios Disney, de 1946, inspirada pelo jazz de Benny Goodman.


7 de dez de 2007

Má notícia

A ótima revista literária "EntreLivros" vai sair de circulação. Apesar de suas 32 edições impecáveis --publicadas mensalmente desde 2005--, faltam anunciantes. Ainda assim, a editora Duetto promete seguir com números especiais de suas edições temáticas, o "Caderno EntreLivros" e a "Biblioteca EntreLivros".
(ST)

6 de dez de 2007

Do vovô James Joyce


Soube desse texto há alguns anos, pela minha querida amiga e professora Márcia Fortunato. Um infantil de Joyce? Pois é, "O Gato e o Diabo" é uma das histórias que J.J. contava para Stephen Joyce --provavelmente a única que ficou registrada, já que foi "contada" em uma carta que o avô mandou para seu "querido Stevie" em 1936. O conto é curto e tem P.S. no final: "O diabo fala de preferência uma língua dele mesmo chamada belzebulenga, que ele inventa conforme vai falando, mas, quando ele está com uma bruta raiva, pode falar um notável mau francês muito bem, embora alguns dos que o ouviram digam que com um forte sotaque de Dublin". Joyce assina a carta-livro com um carinhoso "nonno".
Ontem eu estava arrumando minha estante e encontrei o livro: a minha é a 8a. edição da Record (2000), com tradução de Antonio Houaiss e ilustrações de Roger Blachon.
(Silvana Tavano)

5 de dez de 2007

Poesia pra animar o dia

Escrevo. E pronto.
Escrevo porque preciso,
preciso porque estou tonto.
Ninguém tem nada com isso.
Escrevo porque amanhece,
e as estrelas lá no céu
lembram letras no papel,
quando o poema me anoitece.
A aranha tece teias.
O peixe beija e morde o que vê.
Eu escrevo poemas.
Tem que ter por quê?


("Razão de Ser", de Paulo Leminski)

4 de dez de 2007

Revistas com cara de livro


A editora Magia de Ler estréia com duas novas (e lindas) revistas: Toca, pra quem tem até 4 anos, e Peteca, para leitores de até 8 anos. Além das seções fixas com brincadeiras, artesanato, culinária e curiosidades, os dois títulos trazem histórias assinadas por um time caprichado de escritores e ilustradores: Carla Caruso, Elisabeth Teixeira, Luiz Bras, Suppa, Maria Eugenia e muitos outros.
(ST)

3 de dez de 2007

Para ler e usar

Paula Perim é minha colega de editora --dirige a revista Crescer-- e está lançando hoje o seu primeiro livro, o "101 Idéias para Curtir com Seu Filho". Vale dizer que as idéias foram testadas e aprovadas ao longo do anos por Julia e Beatriz, filhas e fãs da autora. Editado pela Globo, o livro é ilustrado por Mariana Massarani. Na Livraria da Vila (rua Fradique Coutinho, 915), a partir das 19 horas.
(ST)