30 de jul de 2013

Feitiço


a lua enfeitiça o mar
maré sobe, maré desce
o mar obedece

a lua enfeitiça o gato 
silêncio lá, silêncio cá
o mistério acontece     

a lua enfeitiça a gente
noite clara, noite escura
o olhar procura

sempre a lua

28 de jul de 2013

Paisagem

a mãe é o mar que nunca acaba
colo de espuma macia

o pai é a montanha mais alta
que protege da ventania

o retrato da família
no desenho da menina

26 de jul de 2013

Dicionário imaginário (8)

Inverno (s.m): 1) a estação mais fria do ano, sucede o outono e termina com o início da primavera; 2. época em que alguns animais hibernam e passam a maior parte do tempo dormindo em suas tocas e/ou cavernas; 3. período de recolhimento, em que tudo parece mais quieto: as árvores, os pássaros, as noites e também algumas pessoas.

16 de jul de 2013

Poesia de pão com manteiga

Todas as manhãs, o pãozinho chega quente e animado:
-- Bom dia, dona manteiga, por acaso mudou de penteado?

Dura como pedra, a manteiga nunca quer saber de brincadeira:
-- Pensa que é fácil passar a noite na geladeira?

Com uma piscada crocante, diz o pãozinho galanteador:
-- Pois o frio lhe faz bem, em você só vejo frescor!

Depois disso, a manteiga sempre amolece até derreter de vez:
-- Ai de mim que não resisto ao calor de um pão francês!

...
Amanhã, a partir das 15h, "Vamos Brincar de Poesia?" na Biblioteca de São Paulo. Apareçam!

15 de jul de 2013

Lá vem as patas, pataqui, patacolá

Duas Silvanas, a Rando e eu, contando a história do "Patinho Culpado", saindo da gráfica em breve, com o selo Caramelo. Quac!

14 de jul de 2013

Dicionário imaginário (7)

Domingo (s.m) 1. nome do dia que se segue ao sábado e precede a segunda-feira; 2. é o primeiro dia da semana, em caráter oficial, e o último, em caráter informal, o que explica o fato de geralmente amanhecer com a preguiça do sábado e anoitecer mergulhado em certa agitação, já sob influência da segunda-feira.

11 de jul de 2013

Dicionário imaginário (6)

Tempestade (s.f.) 1. fenômeno atmosférico que produz grandes estrondos no céu; 2. resultado do choque entre nuvens destemperadas, provocando briga ruidosa com gritos de trovões, fúria de relâmpagos, explosão de raios e fortes pancadas de chuva; 3. fig: t. em copo de água: estardalhaço quase sempre exagerado e desnecessário; fig. 2: t. emocional: agitação geralmente silenciosa encobrindo emoções e/ou sentimentos em clima de tormenta.

9 de jul de 2013

Dicionário imaginário (5)

Inquietação (s.f.) 1. o mesmo tipo de agitação que as ondas provocam no mar; 2. vento que mexe com tudo o que está sossegado; 3. alguma coisa que ainda não sabe falar, mas insiste em fazer barulho dentro das pessoas.

5 de jul de 2013

Dicionário imaginário (4)

Delicadeza (s.f) 1. característica do que é delicado; 2. impressão ou sensação provocadas pelos mais diversos estímulos, tais como: suflês saindo do forno, bailarinas voando na música, florzinhas que nascem em rachaduras do asfalto, travesseiros de plumas, ciranda de pássaros, sombra de árvore em dia de sol, sorriso grátis no elevador.

2 de jul de 2013

Chuva

hoje o cinza tingiu o dia:
escureceu o amanhecer
nublou o pensamento
entristeceu a poesia

1 de jul de 2013

Vigília

Entre os olhos da noite
Frestas da luz do dia

Na fronteira do sonho
Meu pensamento vigia

...
A ilustração é da Maria Eugenia.